img_2311

Felicidade!

 

Tem aquela história de que devemos encontrar a outra metade da laranja, a cara metade, e por aí vai. Creio que é por isso que muitos relacionamentos estão fadados ao fracasso. A maioria das pessoas têm essa mania, de achar que precisamos de alguém que nos complete, de achar alguém que tenha qualidades que não temos, que “suprem” nossos defeitos. Os opostos podem até se atrair, mas não se mantêm, pelo menos não por muito tempo. Certa vez um amigo encheu um copo de cerveja e deixou ele a uma gota de transbordar, e disse: “você tem que estar assim”, depois colocou mais cerveja e disse: “pra quando encontrar a pessoa certa, ficar assim, transbordando” e é exatamente isso. Devemos estar “cheios”, completos, felizes, e sozinhos. A solidão pode ser maravilhosa, você estar em paz com a melhor companhia da sua vida, que é você, não tem preço. Não tem preocupação se chover no dia que você queria sair, não tem problema nenhum se não tiver ninguém em casa, não tem nóia se o telefone estiver mudo, não tem expectativa, porque tudo que você precisa está bem ali. Sair pra algum lugar sozinho, já experimentou? Se curtir, se conhecer melhor, fará você descobrir uma pessoa que talvez você tenha esquecido há muito tempo. Depois de estarmos completos e de fato, felizes, o que tem que ser, sempre será. Fica até mais fácil tomar decisões, fica mais fácil perceber o que você procura, o que você merece, o que você aceita, ou o que você não aceita mais de jeito nenhum. Essa tarefa, de sermos felizes, não cabe a ninguém, só a nós mesmos, e vai por mim, você consegue.

img_2311

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Fechar Menu