10454322_729049673818334_5387502420369437614_n (1)

Biomassa da Banana Verde

Biomassa da Banana Verde

A biomassa da banana verde pode ser considerada um verdadeiro coringa para os adeptos de uma culinária mais saudável. Ela pode ser acrescentada a sucos, pães, molhos, caldos e até no feijão, pois ajuda a encorpar e conferir cremosidade às preparações.
A banana ainda verde é considerada um alimento funcional, pois, quando cozida, apresenta alto conteúdo de amido resistente presente na polpa da fruta. O benefício do amido resistente é similar ao da fibra alimentar, e ajudam na produção de das bactérias benéficas do nosso intestino, além de manter a integridade da mucosa do nosso intestino, que é responsável pela absorção adequada dos nutrientes e pela barreira da entrada de substâncias maléficas. Desta forma, o consumo de banana verde auxilia no trânsito intestinal adequado, atuando na prevenção e tratamento de quadros como diarréia e constipação, além de prevenir o desenvolvimento de doenças como o câncer de intestino.
Além de contribuir para a saúde do intestino, a banana verde exerce outros efeitos benéficos ao organismo. A banana verde é considerada um alimento de baixo índice glicêmico, isso evita picos de açúcar no sangue, auxiliando na prevenção da diabetes. Além de diminuir acúmulo de gordura corporal, devido ao aumento da saciedade promovido pelo amido resistente. Os estudos indicam que o consumo de amido resistente também atua na redução do colesterol, pela redução de sua produção pelo fígado, e pelo aumento da sua eliminação pelos ácidos biliares. Desta forma, a banana verde pode também ter uma importante função na prevenção do desenvolvimento de doenças do coração.
Modo de preparo
Para prepará-la, lave as bananas com cascas, uma a uma, utilizando esponja com água e sabão. Após enxaguar bem, coloque as bananas em uma panela de pressão com água o suficiente para encobri-las e deixe cozinhar de 5 a 10 minutos, após abrir pressão. Desligue o fogo e deixe a pressão sair naturalmente. Bata a polpa da banana em um liquidificador ou processador, se necessário acrescente água mineral. Modele a biomassa em ” bolinhas” ou em forminhas de gelo. Conserve-as sob refrigeração por no máximo 8 dias e até por três meses no congelador.

O tempo de cozimento não deve exceder os 10 minutos, para evitar a alteração do amido resistente e conseqüente, do índice glicêmico da preparação.
Porém procure uma Nutricionista Funcional para orientações individualizadas
Camilla Nery – Nutricionista Funcional
[email protected] / Facebook: Camilla Nery

10454322_729049673818334_5387502420369437614_n (1)

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email